PUBLICAÇÃO

RELAÇÃO ENTRE COMPOSIÇÃO CORPORAL E APTIDÃO FÍSICA EM GRUPO DE ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO NO BRASIL

RELAÇÃO ENTRE COMPOSIÇÃO CORPORAL E APTIDÃO FÍSICA EM GRUPO DE ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO NO BRASIL

Thaizi Barbosa, Matheus Zica, Fernando Quaresma, Jaqueline Sonati, Erika Maciel

Resumo

Objetivo: O presente estudo teve como objetivo avaliar a relação entre composição corporal e nível de aptidão física de escolares do Ensino Médio. Materiais e Métodos: Estudo transversal, desenvolvido com 20 escolares. Os instrumentos utilizados foram o Questionário Internacional do Nível de Atividade Física – IPAQ versão curta, avaliação de composição corporal com o Índice de Massa Corporal e Bioimpedância Elétrica Tetrapolar e avaliação do nível de aptidão física com os testes de flexibilidade, força/resistência abdominal e resistência aeróbica. Foi realizado teste de correlação entre composição corporal e aptidão física por meio do software SPSS 21.0. Resultados: Em relação ao Nível de Atividade Física, 95% dos escolares são ativos e muito ativos, em relação à Composição Corporal, 75% foram classificados na zona saudável, porém 65% estão acima do ideal no percentual de gordura. Sobre a Aptidão Física, 71,6% dos adolescentes estão classificados como zona de risco. Quando observado as correlações entre Aptidão Física e Composição Corporal, nota-se que quanto maior os níveis de gordura, menor os níveis da Aptidão Física. Conclusões: O incentivo à prática de um exercício físico para melhorar os índices de aptidão física relacionada à saúde, deve sempre ser trabalho durante as aulas de Educação Física.
Palavras-chave: Atividade Física, aptidão Física, composição Corporal, Adolescentes.

Link: http://ojs.ipsantarem.pt/index.php/REVUIIPS/article/view/184